Nuvem no setor de saúde: importância + 5 benefícios
(81) 3126-4100 [email protected]

O uso da nuvem no setor de saúde é uma consequência da transformação digital nas empresas que está acontecendo em todas as áreas.

Algumas instituições de saúde já incluíram na rotina de seus profissionais e pacientes os prontuários eletrônicos, banco de dados de registros digitais, tablets para preenchimento de cadastros, entre outros recursos.

Essas tecnologias não têm apenas o papel de digitalizar os processos. Também servem para agilizar o atendimento, evitar erros nas medicações, além de facilitar o repasse de informações entre médicos, enfermeiros e a administração.

Com a pandemia da Covid-19, a otimização dos processos se tornou ainda mais urgente e oportuna, já que com as soluções de cloud computing na saúde os atendimentos podem ser feitos mais rápido e sem muito contato pessoal.

De acordo com o estudo Healthcare Cloud Computing Market, a projeção de investimento em cloud computing no mercado global da Saúde é de US$ 67,7 bilhões até 2025, com um crescimento anual de 18,1%. 

O otimismo das projeções indicam a importância das instituições se atentaram mais para os benefícios que o armazenamento de dados na nuvem pode trazer.

Neste artigo, explicamos qual a importância, os benefícios e exemplos de uso do cloud computing na saúde. Continue a leitura e confira!

Qual o conceito de nuvem?

A nuvem, também referida como computação em nuvem ou cloud computing, é um tipo de tecnologia que permite o armazenamento e o acesso de dados online por meio de programas estruturados que não exigem instalação nos dispositivos eletrônicos.

O cloud computing na saúde usa os serviços de armazenamento na nuvem para criar bancos de dados organizados e seguros que conectam todas as atividades, desde a gestão hospitalar/clínica até o tratamento dos pacientes. 

Por uma taxa mensal ou de acordo com o uso, as empresas podem utilizar os recursos e criar seus sistemas internos com agilidade.

Importância da nuvem no setor de saúde

A nuvem no setor de saúde se tornou um investimento importante, pois permitiu a unificação das informações, além do fácil acesso aos dados.

Imagine o dia a dia de um hospital e a quantidade de informações que são armazenadas nos sistemas por hora sobre cada paciente.

Esses dados precisam ser registrados para que seja feito um atendimento de qualidade, seguro e humanizado. 

Agora imagine se a gestão é completamente analógica ou feita por um sistema ineficiente. O paciente que recebeu atendimento uma semana atrás, teria que repassar verbalmente todo seu histórico. Em uma emergência, isso reduz significativamente o sucesso do atendimento.

Então, cada vez mais os gestores da área da saúde estão se atentando para a implementação de departamentos de TI, recursos de IoT (internet das coisas), dispositivos móveis e análise de big data.

Segundo o relatório State of Tech Spend da Flexera, 44% dos diretores de TI da área da saúde classificaram os serviços de cloud computing entre as três principais prioridades de investimento das instituições onde trabalham.

Ou seja, as possibilidades de inovação através das tecnologias na nuvem estão chamando a atenção das empresas.

Quais os benefícios do cloud computing na saúde?

beneficios-cloud-computing-saude

Os benefícios proporcionados pela nuvem no setor de saúde são inúmeros e reunimos abaixo alguns deles para entendermos melhor a capacidade dessa tecnologia.

Como base, utilizamos a pesquisa ‘Cloud Readiness Survey in Health’ (Pesquisa de prontidão para a nuvem na saúde) realizada pela Accenture com líderes da área.

Confira o que os executivos apontaram como benefícios práticos esperados com a implementação do cloud computing na saúde:

1. Possibilidade de lançar aplicativos com mais rapidez

Existem serviços na nuvem no setor de saúde voltados para a viabilização de projetos personalizados que vão atender especificamente às demandas de uma instituição.

Hospedar aplicativos, sites, softwares e outros produtos digitais na nuvem é mais prático, rápido e barato comparado a investimento em servidores físicos, por exemplo. 

Leia também: Vantagens da escalabilidade na nuvem para empresas.

2. Mais segurança 

As empresas de cloud computing têm padrões de segurança avançados com inúmeras camadas de proteção para os bancos de dados, o que é essencial na área da Saúde.

Além disso, os equipamentos como computadores e prontuários eletrônicos também são protegidos com senhas individuais, que ajudam a limitar o acesso apenas a equipe.

3. Maior agilidade

Com um sistema de cadastro e registro dos atendimentos, os médicos conseguem ser mais ágeis na hora de conferir o histórico do paciente. No dia a dia, essa agilidade facilita os tratamentos e evita confusões na dosagem de remédio, identificação de alergias, etc.  

4. Economia de custos 

O investimento relacionado a implementação da nuvem no setor de saúde exige um aporte maior no começo, porém a manutenção dos serviços é mais econômica e corta diversos custos tradicionais como manutenção de arquivo morto, impressão de exames, gastos com papel, tinta, impressora, etc. Todo processo pode ser digitalizado. 

5. Menor tempo de inatividade de sistemas e aplicativos

A maioria dos serviços de cloud computing oferece bastante estabilidade e até para fazer manutenções planejadas é possível executá-las sem problemas para o sistema. Isso permite gerenciar com muito mais eficiência todos os processos de uma instituição de saúde. 

Exemplos de uso da nuvem

Além dos benefícios, listamos também exemplos de uso do cloud computing na saúde que são essenciais para promover inovações e melhorias no setor:

  • Registro eletrônico dos pacientes: ter acesso a todos os detalhes por meio prontuários eletrônicos como reações a medicamentos, tratamento realizados, resultados de exames que foram feitos, etc.;
  • Avaliações de casos de reinternações: identificar pacientes em risco com base no histórico de saúde, utilizando tanto dados internos quanto externos para melhorar a qualidade dos diagnósticos;
  • Novas ferramentas de medicina baseadas em evidências: integrar ao sistema interno o acesso a pesquisas e estudos que permitem avaliar caso a caso e fazer diagnósticos mais assertivos.
  • Obter insights de dados não estruturados: os sistemas permitem pesquisar informações registradas por outros profissionais de saúde sobre seus pacientes, criando uma base para comparação e correlação de casos.

Implementando o GCP para saúde

Agora que você conhece a importância e os benefícios da nuvem no setor de saúde, deve estar se perguntando como implementar esse tipo de solução.

O Google Cloud Platform (GCP) é um serviço do Google que possibilita a criação de diversos tipos de sistemas, aplicativos, bancos de dados, hospedagem e muito mais diretamente na nuvem.

Quer saber mais? Leia também o artigo >>> Google Cloud para empresas: o que é e para que serve? 

A Safetec ajuda seu negócio a fazer a transição da sua infraestrutura de trabalho para a nuvem e transformar a maneira da sua equipe trabalhar. Fale com nossos consultores!

Saiba mais