Nuvem no varejo: quais os benefícios para as empresas?
(81) 3126-4100 [email protected]

O uso de tecnologias em nuvem no varejo vem se mostrando cada vez mais relevante. O crescimento do setor de e-commerce é um exemplo dessa tendência que está ajudando as empresas a ampliarem as vendas, tornando suas operações disponíveis para o consumidor 24 horas por dias, 7 dias por semana.

A última pesquisa do Comitê Gestor da Internet do Brasil registrou um total de 152 milhões de usuários de internet no país em 2020. Com a chegada da pandemia da Covid-19, o aumento do número de residências com acesso a internet também cresceu, apesar de ainda ser bastante desigual.

Esse cenário destacou a necessidade das empresas passarem pela transformação digital, incluindo soluções de cloud computing no varejo para não perderem oportunidades de venda e receita.

Muitos negócios enfrentaram esse obstáculo durante a pandemia, pois tinham apenas suas operações tradicionais, ou seja, as lojas físicas operando. Por isso, com o isolamento social, muitos negócios perderam seus principais canais de venda.

Utilizar os serviços de nuvem no varejo ajuda a melhorar a colaboração da equipe, reduzir custos de operação, oferecer um atendimento mais rápido e muito mais.

Conheça melhor sobre as possibilidades do cloud computing para o varejo, as vantagens da tecnologia e como os serviços do Google Cloud Platform ajudam as empresas a inovar.

Qual a importância da nuvem no varejo?

A nuvem no varejo é importante, pois facilita a gestão interna e operacional das empresas.

Os servidores privados eram um padrão nos negócios que podiam investir na criação de uma boa infraestrutura. Os que não tinham acesso a tecnologia, possuíam operações 100% analógicas e manuais.

Com a evolução da internet surgiram novos produtos baseados em cloud computing oferecidos por grandes players do mercado como o Google.

Então, a modernização dos sistemas de gestão no varejo ficaram mais acessíveis e fáceis de implementar, atendendo a demanda dos próprios clientes por maneiras mais fáceis e rápidas de comprar.

Essa demanda fortaleceu o setor de e-commerces que por meio de sites e aplicativos disponíveis em diversos tipos de dispositivos eletrônicos ampliaram as possibilidades de venda.

Para oferecer um sistema rápido, seguro e expansível, as empresas estão apostando cada vez mais em servidores na nuvem.

Dessa forma, as informações dos clientes e o processamento das operações (cadastro, pagamento, geração de nota fiscal, etc.) podem ser feitas com mais agilidade.

Por isso, a nuvem no varejo é tão relevante. Com as soluções disponíveis e o custo acessível, empresas de todos os portes hoje conseguem oferecer um atendimento de qualidade para seus clientes.

Leia também: Vantagens da escalabilidade na nuvem para empresas.

Como utilizar o cloud computing no varejo?

Agora que falamos da importância, vamos conhecer as possibilidades de utilização na prática dos serviços de cloud computing.

Criação de sites e aplicativos

Muitas empresas do varejo vendem online. No mercado atual e com a chegada da pandemia, ter um site ou um canal digital de vendas é fundamental.

Então, as empresas que desejam criar uma estrutura de vendas pela internet, precisam de um serviço de hospedagem e armazenamento de dados. 

Para isso, utilizam servidores na nuvem que além de serem mais fáceis de gerenciar, também permitem expandir rapidamente, quando necessário. 

Leia também >>> Hospedagem no Google: veja como usar um servidor na nuvem.

Sistema de gerenciamento de lojas

As empresas criadoras de produtos SaaS (software as a service) também utilizam a nuvem no varejo para criar sistemas de gerenciamento de lojas que registram:

  • vendas;
  • tipo de pagamento;
  • relatórios de faturamento diário, mensal e anual;
  • controle de estoque, etc.

Esse tipo de software não exige instalação no computador, pois é hospedado na nuvem e com isso fica acessível de qualquer máquina. Uma vantagem porque a equipe pode gerenciar as vendas sem estar presencialmente na loja.

Emissão de nota fiscal digital

Os sistemas de emissão de nota fiscal também são um exemplo de uso da nuvem no varejo. Como o envio do documento é um padrão nas vendas pela internet, ter a versão digital agiliza o trabalho das empresas.

As empresas podem acessar seus dados e informações armazenadas no site/programa emissor e até integrar o sistema do e-commerce ao gerador de notas.

Criação de servidores

Os servidores são computadores utilizados para armazenar documentos e dados importantes de uma empresa. Hoje, essas máquinas são virtuais e não exigem um grande investimento.

Um negócio pode digitalizar e migrar toda sua estrutura de arquivos para a nuvem, facilitando o gerenciamento e o acesso de informações da empresa.

Análise de dados

A quantidade de dados gerada por dia cria um banco de dados gigante e fazer um filtro para encontrar dados relevantes é um desafio para os negócios.

Por isso, as empresas estão investindo em Big Data para fazer a análise de grandes quantidades de dados com mais precisão. 

Um exemplo de serviço é o Firestore do Google Cloud Platform (GCP) que cria um banco de dados de documentos para construção de aplicativos avançados para dispositivos móveis, web e IoT (internet das coisas).

Além do produto acima, existem outras soluções de GCP no varejo. Saiba mais no artigo: Como usar o Google Cloud: 7 tipos de soluções da plataforma.

Benefícios da nuvem para os negócios

Falando em benefícios, a nuvem no varejo traz inúmeras vantagens para as empresas e listamos abaixo seis delas que você deve saber:

  • Redução de custo: manter um servidor na nuvem é muito mais barato do que criar um servidor físico. No Google Cloud Platform, por exemplo, os usuários pagam apenas pelo que usam;
  • Tecnologia de ponta: já imaginou hospedar e ter a mesma tecnologia do Google no seu e-commerce? Esse é um benefício da nuvem no varejo que seria impossível construir por conta própria;
  • Segurança: os protocolos de segurança para cloud computing no varejo são bastante rígidos e avançados, permitindo que as empresas mantenham seus dados em total sigilo;
  • Mobilidade: já pensou em operar um negócio sem um ponto de vendas físico? Com a nuvem no varejo é possível criar um canal de vendas e gerenciar toda estrutura de marketing de casa;
  • Integrações: meios de pagamento, geração de nota fiscal, redes sociais, podem ser integradas no sistema de gestão da empresa, o que facilita o trabalho;
  • Transformação digital: a tecnologia não é apenas uma comodidade. Utilizar a nuvem no varejo permite ampliar as possibilidades de negócios e melhorar os resultados estratégicos.

Saiba como implementar o GCP no varejo

Agora que você conhece a importância e os benefícios da nuvem no varejo, pode conhecer mais sobre as possibilidades do Google Cloud Platform (GCP) para o seu negócio.

O serviço do Google possibilita a criação de diversos tipos de sistemas, aplicativos, bancos de dados, hospedagem e muito mais diretamente na nuvem.

Quer saber mais? Leia também o artigo >>> Google Cloud para empresas: o que é e para que serve? 

A Safetec ajuda seu negócio a fazer a transição da sua infraestrutura de trabalho para a nuvem e transformar a maneira da sua equipe trabalhar. Fale com nossos consultores!

Saiba mais