Dados do cliente no varejo: importância + como usar
(81) 3126-4100 [email protected]

Os dados do cliente no varejo são informações importantes que ajudam a analisar com mais embasamento as estratégias de vendas criadas e os resultados alcançados.

Além disso, uma gestão de dados organizada também permite avaliar o desempenho das operações diárias, extraindo informações sobre todos os processos.

Porém, o varejo ainda é um setor bastante analógico e muitas lojas ainda não fazem o acompanhamento da sua performance nas vendas através de indicadores.

Com a expansão das novas tecnologias, estão surgindo diversas ferramentas que auxiliam na coleta, organização, monitoramento e avaliação dos dados. A atualização e os relatórios são automatizados e geram insights valiosos para as empresas.

Quer saber mais sobre a importância dos dados do cliente no varejo? Continue a leitura e saiba conduzir uma política de dados segura, fidelizar clientes e aumentar as vendas utilizando como base as análises de dados.

O que é banco de dados de cliente?

O banco de dados do cliente é um sistema (ferramenta na nuvem, planilha, etc.) estruturado e pesquisável onde ficam armazenadas todas as informações coletadas sobre os consumidores. 

Além de servir como um catálogo dos clientes e suas principais características, o banco de dados permite extrair análises e calcular indicadores que trazem informações muito valiosas para a condução do negócio.

Os gerentes das áreas de marketing e vendas, geralmente, são os responsáveis por monitorar e acompanhar a gestão de dados do cliente no varejo.

Qual a importância de analisar dados?

Conquistar um cliente é o ponto alto do processo de vendas. E cada pessoa que faz uma compra é uma grande fonte de informações.

O perfil dos clientes, o ticket médio de vendas, o número de vendas por clientes, quais já estão fidelizados são alguns exemplos de métricas que podem ser obtidas de ferramentas de gerenciamento de dados no varejo baseadas na nuvem.

Por isso, se o seu negócio não faz um acompanhamento próximo dessas informações, pode perder oportunidades de identificar tendências que estão sendo demonstradas pelos números que, por sua vez, são um reflexo do comportamento do consumidor.

Então, o  objetivo é compreender melhor a realidade da empresa ao longo do tempo e conseguir ser mais ágil e assertivo nas tomadas de decisão sobre as estratégias.

Segurança de dados: prioridade para as empresas

Toda empresa que armazena dados de seus clientes deve estar ciente da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, também referida como LGPD, sancionada no Brasil em 2018, com a aprovação da Lei nº 13.709.

Dessa forma, todos os cidadãos têm o direito de proteger seus dados pessoais e só liberá-los mediante autorização. Para empresas, isso significa que elas precisam deixar claro qual é a finalidade de uso para todas as informações pedidas.

No varejo, tanto físico quanto online, dados bancários, por exemplo, não podem ser retidos nos sistemas de pagamento.

As próprias ferramentas que criam banco de dados e as que têm acesso a informações sigilosas para autorizar operações financeiras investem em camadas de segurança robustas para evitar vazamento de dados.

O Google, por exemplo, tem o serviço Google Cloud Platform, que permite a criação de diversas soluções na nuvem, incluindo a gestão de bancos de dados.

As máquinas virtuais criam backup automáticos que duplicam os servidores, evitando tanto a perda de informações quanto a exposição de informações.   

Assista ao vídeo abaixo e entenda como a segurança e o LGPD se interligam para garantir a privacidades de dados do cliente no varejo e em outras áreas do mercado:

.

Conheça mais sobre a plataforma no artigo: Como usar o Google Cloud Platform? Conheça as soluções para diferentes setores.

Como usar dados do cliente no varejo?

Agora que você entende o que é, a importância e porque garantir a segurança das informações, vamos falar da parte prática da utilização de dados do cliente no varejo.

Respeitando os limites de privacidade, o banco de dados do seu negócio gera diretrizes muito eficientes para melhorar diversos aspectos da gestão. Confira!

1. Análises sobre fidelização de clientes

Já destacamos acima que os bancos de dados podem ir além do formato tradicional que coleta informações demográficas ou listas de e-mail. 

Implementando ferramentas de gestão de vendas, como softwares CRM, ou de automação de marketing, é possível criar um banco de dados de onde são extraídos dados que avaliam:

  • a satisfação do cliente;
  • o valor do ticket médio de compras; 
  • o retorno sobre o investimento (ROI);
  • a taxa de conversão;
  • o número de novos clientes, entre outros.

Com essas informações, sua empresa pode analisar se as estratégias de fidelização estão funcionando e planejar formas de melhorar os resultados. 

2. Estratégias para aumentar as vendas

A gestão de dados do cliente no varejo também serve para planejar estratégias de crescimento de vendas

Com informações sobre receita total, vendas recorrentes (clientes que compram sempre), ticket médio das vendas e outros dados, a equipe pode planejar maneiras de melhorar o volume de vendas.

Isso pode envolver a criação de campanhas de marketing que instigam as necessidades do cliente ou a divulgação de novidades em relação ao produto ou serviço que a empresa vende.

Conheça seu perfil de clientes com a ajuda dos dados registrados para orientar a elaboração das ações no varejo.

3. Redução de custos operacionais

Cortar custos sem analisar se eles são essenciais ou não pode comprometer o desempenho do seu negócio.

A melhor forma de avaliar as possibilidades de redução de custos é analisando os dados do cliente e identificando o que eles mais valorizam no processo de vendas e também o que atrapalha a experiência.

Assim, é possível fazer cortes mais assertivos, mas também identificar melhorias simples e que vão tornar a compra mais objetiva e satisfatória. 

Otimize suas gestão de dados com as ferramentas Google

Se a tendência é digitalizar processos, a melhor forma de aderir é escolhendo uma ferramenta fácil de usar, que melhore a organização dos dados e facilite a comunicação da equipe.

Conheça mais sobre o Google Cloud para empresas e também sobre o Google Workspace e entenda como essas soluções contribuem para organização de dados do cliente no varejo e outros processos de trabalho. 

A Safetec ajuda seu negócio a fazer a transição da sua infraestrutura de trabalho para a nuvem e transformar a maneira da sua equipe trabalhar. Fale com nossos consultores!

Saiba mais