Por que trabalhar online é seguro e mais produtivo?
(81) 3126-4100 [email protected]

A vida no século 21 pode não ser tão futurista como pregavam os livros e filmes de ficção científica.

Nada de carros voadores ou naves espaciais cruzando o espaço para levar os terráqueos a outro planeta, mas o novo século tem lá seu charme e uma boa dose de comodidade proporcionada pelo avanço tecnológico.

No ambiente corporativo a tecnologia tem se convertido em aumento de produtividade e lucro, possibilitando que empresas façam melhores resultados com menos recursos.

Além disso, ela gera muitas outras comodidades, como a possibilidade do trabalho online. Mas trabalhar online é seguro?

Graças ao acesso de dados via internet, o ambiente de trabalho tem mudado de forma significativa nos últimos anos. E sim: trabalhar online é seguro.

Descubra porquê.

chamada-ebookCloud.png

O novo ambiente corporativo: trabalhar online é seguro?

Tempos atrás um executivo ia para um almoço de negócios levando calhamaços de papéis com textos, gráficos, imagens… E ainda corria o risco de perceber, na hora “h”, a falta de algum material essencial para sua negociação.

Nos tempos atuais, no entanto, um smartphone pode conter tudo o que é necessário para uma boa apresentação, desde que todas as informações estejam disponíveis para acesso remoto. Isso sem contar que ainda há a opção de realizar a reunião de negócios via videoconferência, sem necessidade de locomoção.

Em uma reunião em ambiente externo, trabalhando home office ou mesmo na empresa, o acesso de dados via internet permite o compartilhamento de informações entre todos os que precisam dela.

De uma maneira rápida e segura, possibilita também a edição e atualização dos documentos por parte de todos os envolvidos no processo.

E para os que temem pela segurança dos dados, vale lembrar que as informações online possuem controle de acesso de usuário, estabelecendo privilégios específicos para cada um que acessa os arquivos, determinando até mesmo as ações do usuário que acessar:

  • Editar;
  • Apenas visualizar;
  • Comentar;
  • Sugerir;
  • Proibir download do documento.

Dessa forma, os arquivos só são vistos pelas pessoas autorizadas e da forma que a organização deseja, não tendo o perigo de vazamento de informações e provando que trabalhar online é seguro.

Cuidado: sua empresa pode ser o próximo alvo de cibercriminosos

É extremamente difícil avaliar o real prejuízo de uma instituição em caso de perda de dados, uma vez que ele é proporcional a uma série de fatores:

  • Quantidade de dados perdidos;
  • Recuperação total ou parcial de dados;
  • Tempo gasto para restabelecer os sistemas danificados;
  • Imagem da instituição, que pode ser atingida negativamente.

Recentemente, a Google Brasil efetuou uma pesquisa para mensurar as perdas de uma empresa que tiver seu site fora do ar pelo período de uma hora durante as promoções de Black Friday.

Os números são estratosféricos: perde-se 300 mil acessos e 1,5 bilhão em consumo.

Os executivos responsáveis pela pesquisa também revelaram que as empresas perdem em segurança ao optar por data center próprio. Isso porque quase 80% da verba de TI vai apenas para a manutenção da estrutura existente, sobrando 20% para inovação.

Com a rapidez com que o cibercriminosos agem e se atualizam, obviamente, é imprescindível maior investimento em novas tecnologias protetoras.

E tem mais, segundo levantamento da Kaspersky Lab, cerca de 46% dos ataques virtuais são ocasionados de alguma forma pelos próprios funcionários da empresa, por motivos como má utilização de recursos, por exemplo.

De  fato, prejuízos gerados por falhas de segurança em informações costumam ser grandes, podendo, inclusive, levar ao fechamento de uma empresa.

Há hackers que não se contentam em danificar sistemas, mas os sequestram para obter resgates das corporações que podem se sentir inclinadas a ceder à chantagem no caso de não possuir um backup satisfatório.

Cloud computing é o caminho para a continuidade dos negócios

A maneira mais indicada para garantir a segurança de informações e garantir que trabalhar online é seguro é o cloud computing:

Única fonte da verdade

Com ele é possível concentrar todos os dados empresariais em um só lugar, facilitando o acesso no lugar em que as pessoas estiverem e no momento que precisarem; liberando colaboradores que costumam ser designados para efetuar cópias de segurança para tarefas mais produtivas.

Auditoria de documentos

Ele oferece, ainda, auditoria nos documentos e emails da organização, fornecendo detalhes sobre as ações executadas pelos usuários durante um período determinado, e prevenção de perda de dados (DLP, sigla em inglês).

Isso que facilita o gerenciamento de dados confidenciais, o controle de conteúdo a ser armazenado e a proteção contra o compartilhamento externo acidental de informações confidenciais.

Relação custo e benefício

Além de todos os benefícios proporcionados por esse tipo de segurança, a relação entre custo e benefício também é positiva.

Isso ocorre uma vez que o sistema de armazenamento é personalizado e o investimento é proporcional ao volume de dados segurados, crescendo juntamente com a quantidade de informações armazenadas.

Ou seja, junto com a empresa. Além de ganhar em otimização e controle dos investimentos em infraestrutura, escalabilidade e utilização de recursos de forma eficiente.

Parcerias

Uma outra forma de garantir que o trabalho online é seguro em sua empresa e esteja na nuvem de forma correta é contar com um parceiro que tenha inteligência em TI para a migração.

Ele pode sugerir e implementar também ferramentas avançadas de segurança para o ambiente em nuvem, como soluções de segurança móvel.

Evite riscos desnecessários, garantindo o quanto antes a segurança que precisa ter para concentrar seus esforços no que realmente importa: o crescimento de sua empresa.

E, então, ainda tem alguma dúvida de que trabalhar online é seguro e mais produtivo? Deixe seu comentário aqui.

Saiba mais