Eficiência, eficácia, produtividade e competitividade: o que é?
(81) 3126-4100 [email protected]

Eficiência, eficácia, produtividade e competitividade são conceitos que, volta e meia, são usados na gestão de negócios.

Mas a verdade é que nem sempre é fácil diferenciar um do outro. Afinal, é possível, por exemplo, ser eficiente sem ser eficaz?

E se seu negócio tem uma alta produtividade, isso significa que, necessariamente, ele é competitivo?

Se você está em dúvida sobre como responder a essas perguntas, confira todas as definições desses conceitos de gestão empresarial em nosso post! 

chamada-businesstransformation-BLOG.png

Veja mais: Eficiência no trabalho depende de pessoas, planejamento, softwares e dispositivos

Definições: EFICIÊNCIA, EFICÁCIA, PRODUTIVIDADE E COMPETITIVIDADE

Confira esta famosa frase de Peter Drucker, “o pai da administração moderna”:

“Eficiência é fazer as coisas de maneira correta, eficácia é fazer as coisas certas. O resultado depende de fazer as coisas certas da maneira correta“.

Isso ainda não esclareceu os conceitos de eficiência, eficácia, produtividade e competitividade para você?

Calma, vamos analisar cada um  deles em detalhes!

Mas esta frase divulgada no site Pensador já pode te dar algumas pistas, veja:

eficiência, eficácia, produtividade e competitividade

Fazer bem feito é diferente de fazer o que precisa ser feito. Entenda, a seguir, a diferença entre eficiência e eficácia.

1- Eficiência

Eficiente é que quem faz as coisas da maneira correta e utilizando o mínimo de recursos possíveis para isso.

Por exemplo: Imagine que você tem 4 horas para produzir alguns laudos para clientes de uma consultoria técnica. Nesse tempo, consegue entregar 6 relatórios. Já, seu colega demora o mesmo tempo para produzir  4 laudos. Portanto, você é mais eficiente que ele. 

Mas existe outro detalhe: além de fazer com menos recursos, é preciso fazer direito.

Nesse caso, se você fez 6 laudos, mas depois se comprovou que 3 deles eram pouco detalhados e sem a profundidade necessária, na verdade você foi menos eficiente que seu colega.

2- Eficácia

Eficaz é quem cumpre suas mestas, atinge seus objetivos.

Se no exemplo anterior o objetivo fosse entregar 5 relatórios bem feitos em 4 horas, nenhum dos dois funcionários teria sido eficaz.

Veja também: Comunicação eficaz na empresa: estratégia, tática e operação 

3- Produtividade

A produtividade consiste em fazer mais com menos.

Trata-se de uma relação entre a quantidade de recursos empregada e os resultados alcançados. 

Pode-se dizer que a produtividade é a soma da eficiência com a eficácia. Produtividade é gerar mais valor para o negócio empregando o mínimo de recursos possível.

Por exemplo: uma máquina A produz 200 peças por dia, sendo 1% de peças defeituosas, e gastando 1.000 kW de energia.

Já, uma outra máquina B produz 250 peças por dia, com 4% de peças defeituosas, gastando 1.500 kW de energia.

Como tem um índice de erros de apenas 1%, em comparação aos 4 % da outra máquina, a máquina A é mais eficiente.

Antes de prosseguir, vamos calcular quantas peças com defeito são produzidas em cada máquina.

  • Máquina A = 1% de 200 = 2 peças com defeito
  • Máquina B = 4 % de 250 = 10 peças com defeito  

Agora, veja: A máquina A produz 198 peças boas (200-2=198), enquanto a máquina B produz 240 peças boas por dia (250-10=240). Portanto, a máquina B é mais eficaz. Ela atinge o objetivo de produzir peças boas mais vezes por dia.

Mas qual é a máquina mais produtiva?

Nesse caso, vamos ver a relação entre energia gasta (um recurso) e as peças produzidas (valor gerado). 

  • Máquina A =  1.000 kW / 198 peças = 5,05 , isto é, é preciso 5,05 kW para produzir uma peça.
  • Máquina B = 1.500 kW / 240 peças = 6,25 , isto é, é preciso 6,25 kW para produzir uma peça.

Isso significa que se só tivéssemos disponíveis 1.000 kW, a máquina A produziria 198 peças. Já, a máquina B produziria apenas 160 peças (1.000/6,25=160). 

Portanto, a Máquina A é mais produtiva que a B: traz mais riqueza para o negócio com os mesmos recursos.

Confira em nosso blog: Plano de ação para aumentar a produtividade sem estresse

4- Competitividade

Competitividade é um conceito ainda mais amplo.

Competir significa disputar com alguém. O mais competitivo é aquele que tem maior probabilidade de vencer.

Portanto, independentemente de quanto você ou sua empresa são eficientes, eficazes ou produtivos, sua competitividade deve ser medida em relação aos seus concorrentes.

Portanto, a competitividade é uma medida relativa é só pode ser aferida analisando-se o ambiente externo à empresa, isto é: seus concorrentes, neste caso.

Saiba mais: As melhores práticas para determinar índice de produtividade

Como a tecnologia em nuvem podem aumentar a eficiência, eficácia, produtividade e competitividade de seu negócio?

Agora que você entendeu os conceitos de eficiência, eficácia, produtividade e competitividade, veja como o uso da tecnologia em nuvem e apps de produtividade podem proporcionar tudo isso em sua empresa.

Usando a tecnologia de computação em nuvem, seus funcionários se comunicam com muito mais agilidade, segurança e confiabilidade. Sem falar nos custos menores.

Quando as informações estão na nuvem, todas que precisam delas as encontram com facilidade e segurança (senhas, backups redundantes e criptografia são usadas). Além disso, diversos departamentos podem acessar as informações do outros, gerando mais transparência e maior quantidade de dados para serem usados.

Outra grande vantagem da computação em nuvem é que sua empresa não precisa ter servidores próprios nem se preocupar com  a manutenção deles. Eles são remotos e administrados por competentes gigantes do ramo de TI.

Com isso, ocorre um agrande redução de custos na empresa.

Leia mais: Como aumentar a produtividade no trabalho segundo ricos e famosos

Confira este case de sucesso em que a Safetec, usando a tecnologia de computação em nuvem, ajudou uma das maiores fabricantes de motores do mundo a otimizar seu processo de geração de relatórios.

Confira: Fabricante aprimora processo de criação de relatórios

Saiba mais