4 dicas para a comunicação e cooperação gerar + colaboração
(81) 3126-4100 [email protected]

A comunicação e cooperação nas empresas têm ganhado cada vez mais importância, nos últimos anos, graças às novas tecnologias e às oportunidades geradas pela transformação digital.

A computação em nuvem, ambientes de trabalho remoto, softwares colaborativos e um acesso cada vez mais fácil e veloz à internet são apenas algumas das ferramentas que têm proporcionado essa verdadeira transformação na forma de trabalhar. 

Neste post você vai entender melhor conceitos como coordenação, comunicação e cooperação e como eles devem trabalhar juntos para se alcançar a colaboração total no ambiente de trabalho.

CTA Business Transformation

Veja também: O futuro do trabalho: mais produtividade, menos estresse

Entenda o papel da coordenação para melhorar a comunicação e cooperação

Todas sabem da importância da comunicação no ambiente de trabalho.

Mas o que muitos não percebem é que a comunicação é apenas o primeiro passo rumo à tão desejada cooperação entre colaboradores e equipes, para se atingir os melhores resultados no negócio.

Vamos, primeiramente, definir esses conceitos de coordenação, comunicação e cooperação:

  • Comunicação: o ato de transmitir uma ideia ou significado de um emissor (pessoa que passa a informação) para um receptor, aquele que recebe a informação. 
  • Coordenação: a coordenação é algo mais complexo, envolve organizar as pessoas, os recursos e as tarefas para que formem um conjunto de instrumentos que se complementam com sinergia. 
  • Cooperação: quando uma equipe se encontra reunida para operar em parceria, cada um desenvolvendo suas tarefas da melhor forma. 

Assim, uma comunicação eficiente – e hoje isso se faz com auxílio da tecnologia – é a chave para que se possa coordenar os ativos chave do trabalho em equipe: as pessoas, as tarefas e os recursos.

Mas isso não basta!

Com tudo que precisa ser feito definido, os encarregados de cada tarefa cientes de seu trabalho, e os recursos para isso especificados, é preciso iniciar a cooperação entre eles.

Confira este esquema gráfico que explica essa relação com mais clareza:

comunicação e cooperação

Fonte: Tarciomar

Saiba mais: Como melhorar a comunicação no ambiente de trabalho: supere este desafio de liderança

A cooperação é muito importante e um objetivo a ser perseguido por líderes e liderados.

Mas e a colaboração? Afinal, na maioria das empresas, os funcionários são chamados de colaboradores, não?

Existe uma sutil, mas importante diferença entre esses dois conceitos, entenda, a seguir.

Diferença entre cooperação e colaboração

Enquanto cooperar consiste em que, trabalhando juntos, os indivíduos ou equipes procurem alcançar seus objetivos individuais para que esses esforços, reunidos, levem a um resultado importante, a colaboração dá um passo a adiante.

Quando falamos em colaboração, os indivíduos ou grupos deixam de lado objetivos pessoais ou de suas áreas para trabalharem juntos pelo mesmo objetivo.

Vamos entender isso melhor e como está afetando a nova maneira de trabalhar?

Veja também: 15 dados sobre a transformação do trabalho: a liberdade de fazer o que gosta, de onde estiver

4 dicas para transformar comunicação e cooperação em colaboração

Vimos como comunicação e cooperação, aliadas à coordenação, podem trazer excelentes resultados para o trabalho em equipe em uma empresa.

Mas como dar um passo adiante e conseguir ainda mais, com a colaboração? Segundo um artigo publicado pela Revista de Negócios da Universidade de Harvard, existem 3 pontos fundamentais que debem ser seguidos para se alcançar uma colaboração eficiente no ambiente de trabalho.

Confira esses 3 segredos mais uma dica extra:

1- Identifique os objetivos

Quando grupos, setores, equipes ou mesmo indivíduos se reúnem para cooperar em um equipe, cada um tem suas prioridades.

E isso é completamente natural. Faz parte de seu treinamento.

É por isso que, ao reunir um grupo com o objetivo de colaborar, é fundamental definir claramente os objetivos daquele trabalho. 

Dessa forma, o foco sai das atividades e vai para o resultado do processo. Isso permite que os integrantes do grupo se libertem de sua rotinas de trabalho e ampliem o escopo de sua colaboração, atingindo resultados superiores em grupo. 

2- Defina uma sequência de atividades

Os passos que o grupo deverá dar para chegar a esse resultado esperado devem ser expostos a todos.

Isso permite que se organize melhor o trabalho e se descubra, por exemplo, que dois integrantes de diferentes departamentos podem realizar determinada tarefa melhor em conjunto do que com seus companheiros usuais de trabalho.

Ao definir o passo a passo para atingir os objetivos, a forma de colaborar para que cada etapa seja realizada com êxito ficará muito mais evidente para todos.

3- Crie um ambiente colaborativo

Pode ser uma sala conjunta para esse projeto ou mesmo um ambiente virtual, com um drive compartilhado específico, chats, calendários e outras ferramentas de colaboração. 

O importante é que o grupo reconheça que há um espaço dedicado onde podem interagir entre si sem interferências e em total liberdade.

4- Abuse da tecnologia

Como visto no item acima, a tecnologia colaborativa pode ser de grande ajuda nessa hora.

Um drive compartilhado que funcione como única fonte da verdade, o uso de videoconferências com muitos participantes e a edição de documentos de forma colaborativa, em tempo real, são apenas alguns exemplos de como se pode materializar isso.

Case de sucesso em companhia aérea

A Safetec é uma empresa focada em aumentar a cooperação e a colaboração nos ambientes de trabalho com ajuda da tecnologia.

Já pensou como uma rede social corporativa, fechada exclusivamente para os integrantes de sua empresa, poderia promover tudo que foi apresentado neste texto? Pois o G+ pode proporcionar tudo isso!

Confira: Companhia aérea aprimora engajamento entre funcionários

Saiba mais