Por que a cloud computing não admite atalhos? | Safetec
(81) 3126-4100 cloud@safetec.com.br

As vantagens da cloud computing, ou “computação na nuvem”, como ficou conhecida no Brasil, já foram comprovadas por empresas de todos os tamanhos e até mesmo usuários individuais. Contudo, quando temos toneladas de dados vitais armazenados e precisamos deles 24 horas por dia, a implantação de sistemas cloud pode ser a melhor das receitas – mas pode dar muito errado para quem gosta de tomar “atalhos”.

Não entenda mal. A cloud computing é hoje uma forma muito mais segura, profissional e dinâmica de armazenar dados e até mesmo disponibilizar sistemas e aplicações inteiras. Custos menores, despesa zero com instalações físicas, backups e redundâncias automatizados, equipes de profissionais altamente gabaritados na implantação de novos data centers e, claro, computadores de última geração armazenando seus dados em “rede” – na verdade, em nuvem, e acessíveis de qualquer lugar do mundo, a qualquer hora.
Mas tudo isso pode de nada adiantar se você está buscando na nuvem apenas uma forma rápida de se livrar de sua equipe de TI, ou somente um “almoço grátis”. A cloud computing permite um nível de interação simples e ágil para todos os usuários que o utilizam, mas em termos de instalações e configurações, exige profissionais trabalhando.
A razão é simples: os problemas começam na sua rede atual e terminam na escolha e seleção de fornecedores de armazenamento e sistemas na nuvem.

Por que o cloud  advisor é uma figura tão importante para a  cloud computing?

Falta de suporte

Provavelmente você já teve a oportunidade de lidar com um host, mesmo que tenha sido apenas para hospedar suas contas de e-mail da empresa ou um website. Há hosts para todos os gostos e bolsos, mas praticamente toda empresa já os trocou pelo menos 3 ou 4 vezes. A razão é óbvia, não é?
Suporte. Sem ele, sua empresa fica vendida mesmo com os problemas mais corriqueiros, como queda de servidores, problemas de atualização de softwares, sistemas e plataformas ou até mesmo invasões bobas de hackers iniciantes – mas que deixam seu site ou e-mails fora do ar por dias, até que o suporte resolva atender a ligação ou responder aquele e-mail que você enviou na semana passada.
Serviços na web costumam carecer de suporte. É difícil achar bons fornecedores e mais difícil ainda mantê-los sempre na linha, acompanhando a qualidade do serviço sob o ponto de vista técnico e também de atendimento.

Perda de dados

A cloud computing oferece possibilidades de backup ou redundância que somente eram possíveis em redes locais com centenas de computadores potentes. Entretanto, quando decidimos pela implantação de um sistema inteiro na nuvem, é preciso migrar os dados e plataformas que hoje operam localmente para uma rede na nuvem.


É fato que a nuvem é segura, mas será que o caminho de seus dados e informações até lá é à prova de falhas? Muitas empresas perdem dados com estratégias mal formuladas de migração para a nuvem, ou perdem tempo, derrubando servidores locais antes que a plataforma da nuvem esteja disponível.

Padronização

Esse é outro problema que pode ser facilmente resolvido, mas que também pode tirar o sono de muitos empresários. Compatibilidade sempre foi uma questão crucial quando lidamos com o segmento de computação. Embora a cloud computing seja extremamente flexível em termos de plataformas, sistemas e softwares antigos podem não encontrar bibliotecas e padrões de sistemas adequados para rodar a partir da nuvem. O resultado pode ser uma série de quedas, falhas, erros  e programas que simplesmente não rodam – tudo porque os padrões não foram verificados com antecedência.

Dimensionamento

Quanto você precisa de espaço. Sim, a nuvem é algo escalável, mas calcular errado é sempre um problema. Ainda que você possa reduzir ou ampliar capacidade e espaço de armazenamento de forma rápida e dinâmica, isso possui um impacto direto nos custos e também no desempenho de suas plataformas de acesso.

Confiabilidade

Renome é algo ainda tênue e questionável no segmento de cloud computing. Sim, há diversas grandes empresas no negócio, mas é sempre melhor contar com a avaliação de um profissional. Além disso, para grandes potências mundiais da computação na nuvem, sua empresa muitas vezes é apenas mais um número: não se pode esperar atendimento personalizado, embora o suporte possa até ser bom e acessível.
A confiabilidade de um serviço de cloud computing é algo que você simplesmente não tem como medir com facilidade – mas há quem o consiga.

Qual o caminho ‘sem atalhos’?

Técnicos de TI, simplesmente, podem não possuir especialização em cloud computing. É algo novo e nem todo mundo se preparou ainda para esse advento tecnológico. Entretanto, existem empresas e profissionais hoje atuando como “cloud advisors”.
O cloud advisor não é apenas uma migração para a nuvem. Ele funciona em etapas distintas, a começar pela identificação de necessidades para que haja uma migração mais acertada para sistemas online, na nuvem. A partir das averiguações, um plano é traçado para que as opções corretas sejam levadas adiante em termos de cloud computing.
Essas empresas e profissionais conhecem fornecedores de cloud de uma forma que abrange a teoria e a prática, os pontos fracos e fortes de cada um dos sistemas e plataformas, a maneira mais rápida e eficaz de implantar e transferir dados para a nuvem e, é claro, como pisar no calo de fornecedores de cloud computing para que você receba um suporte em nível “multinacional”, mesmo que você tenha apenas um pequeno negócio.
Atalhos podem custar caro e toda economia de custo exige uma de duas coisas: investimento ou sacrifício. A estratégia de um bom sistema monitorado por um cloud advisor pode exigir algum investimento para uma boa economia de custos, tempo e recursos num futuro próximo.

 

Já o sacrifício… bem, tem gente que acredita em seu valor…
 

Saiba mais