Entenda o que é Cloud Computing e sua relação com as PME
(81) 3126-4100 cloud@safetec.com.br
Uma pesquisa recente organizada pela consultoria norte-americana Kelton Research revelou que 75% das empresas brasileiras já utilizam algum serviço de hospedagem em nuvem, percentual acima da média mundial, que gira em torno de 74%. Mas o que é cloud computing afinal, que tem atraído tantas empresas? Quais suas vantagens?
 
O que é possível inferir facilmente desses números é que os 25% que ainda desconhecem as vantagens de escalabilidade e economia de custos proporcionada pela tecnologia de Cloud Computing certamente irão perder substancial fatia de mercado no médio prazo, além de poder competitivo em relação aos seus concorrentes, internos ou externos.
 
Se a sua PME ainda está nessa minoria, continue lendo e entenda agora por que você deve mudar de ideia e conheça mais detalhes sobre o que é Cloud Computing.
 
CTA-O-que-você-precisa-saber-sobre-cloud-computing-no-brasil-e-no-mundo
 
 

O que é CLOUD COMPUTING: ACESSO A DADOS A PARTIR DE MÚLTIPLOS PONTOS

O conceito de computação em nuvem pode ser explicado de forma didática através do exemplo dos provedores de conta de e-mail.
 
Empresas como Yahoo, Google e Hotmail utilizam aplicativos para gerenciar o fluxo de mensagens enviadas e recebidas, armazenando-as em um servidor sem que seja necessário baixá-las no seu computador, certo? Com isso, é possível acessar suas mensagens a partir de qualquer ponto de acesso com conexão à internet.
 
O Cloud Computing segue o mesmo raciocínio, possibilitando que você — e funcionários autorizados — tenha acesso aos dados da sua empresa a qualquer momento e de qualquer lugar, desde que possa se conectar à internet.
 

Conceito de Nuvem

O gerenciamento de dados em nuvem se refere, basicamente, à possibilidade de utilizarmos todo tipo de recursos e aplicações de forma virtual, sem a necessidade de tê-los fisicamente à nossa vista ou armazenados em discos rígidos (no caso de dados e arquivos).
 
O potencial de escalabilidade é infinito, a agilidade no acesso aos dados é extrema e a economia de custos, inegável, sendo essa uma das melhores formas de melhorar o desempenho da empresa.
 
E é em função de todas essas vantagens que a maioria das empresas tem repensado sua infraestrutura de TI, deixando de lado os altos gastos com manutenção de servidores, compras de softwares, intermináveis gastos com licenças, atualização de apps, antivírus e até componentes de rede.
 
Tudo isso pode ser substituído pela alocação de recursos em nuvem, o que, além de otimizar os custos, gera também economia de espaço, mobilidade no acesso aos dados e a certeza de estar sempre protegido por meio dos modernos sistemas de encriptação oferecidos pelos provedores de serviços em Cloud Computing. Para entender melhor, leia nosso post sobre como a computação em nuvem pode te ajudar a reduzir custos, inovar e ter mais resultados!
 

PMEs nas nuvens

Se as empresas de grande porte estão ganhando vantagem competitiva ao trocar recursos físicos de TI por uma estrutura virtualizada, para as startups, pequenas e médias empresas, a vantagem competitiva que se pode alcançar por meio dessa estratégia é fundamental para a consolidação do seu sucesso no mercado.
 
Alguns benefícios a serem conquistados pelas PMEs que adotam essa tecnologia são:
 
  • Maior celeridade na tomada de decisões e, por consequência, respostas mais rápidas às mudanças de mercado;
  • Possibilidade de trabalhar home office;
  • Maior proteção aos arquivos mais importantes da empresa por meio dos modernos sistemas de segurança da informação usado pelos provedores de nuvem privada;
  • Flexibilidade no acesso aos dados e escalabilidade absoluta;
  • Facilidade de usar softwares colaborativos;
  • Aumento na produtividade devido à rapidez no acesso aos dados, bem como pela liberação da equipe de TI para se concentrar no core business da companhia;
  • Possibilidade de intersecção de diversas tecnologias.

 

Contudo, vale lembrar que o sucesso efetivo da virtualização nas PMEs está intrinsecamente ligado à escolha de uma empresa de excelência em tecnologia em nuvem, capaz de, antes de pensar em produtos, realizar um diagnóstico exato das necessidades de sua empresa para saber quais as melhores estratégias para que ela possa ganhar competitividade através dos recursos de TI.  
 
 

O que é colud computing nas grandes corporações

O mercado de Cloud Computing (computação na nuvem) apresenta números notáveis, mesmo em tempos de crise ao redor do mundo. Ele está se desenvolvendo com uma taxa composta de crescimento anual de 22,8% — e chegará a $ 127,5 bilhões em 2018!
 
No Brasil, a Cloud Computing deve crescer 30% até 2017 e movimentar US$ 1,1 bilhão, de acordo com a consultoria Frost&Sullivan.
 
Esses números explicam a crescente procura pelo serviço. No entanto, mesmo sendo uma tecnologia flexível, robusta e de imenso valor agregado, não são somente as grandes empresas que utilizam a computação na nuvem, mas também as pequenas e médias.
 
Veja 5 do que ó clud computing nesse contexto das grandes corporações:

 

As grandes empresas que utilizam a computação na nuvem

Coca-Cola

A Coca-Cola é exemplo de muitos dos empreendimentos de sucesso ao redor do mundo. E foi com o auxílio da computação na nuvem que ela conseguiu lidar com o volume de trabalho de gerenciamento de dados — como milhões de imagens via Twitter, Facebook e Instagram para construir a Bandeira de Todo Mundo, mostrada na abertura da Copa do Mundo de 2014. Para isso, a gigante precisou de uma plataforma com diferentes capacidades de poder computacional, e decidiu usar a nuvem para criar um símbolo do espírito dos jogos.
 

SulAmérica

A SulAmérica Seguros, com seus mais de 7 milhões de clientes, usa um sistema de cadastro eletrônico para movimentar e atualizar dados de beneficiários integrados na nuvem. Entre as vantagens desse sistema estão: o tráfego de arquivos on-line e a consulta ao banco de dados a partir de qualquer lugar. Desnecessário dizer o grau de importância desses benefícios para o dia a dia da empresa, não é mesmo?
 

The Hartford

Os benefícios já citados justificam a adesão à computação na nuvem de empresas do porte da The Hartford — a 12ª maior corretora de seguros e investimentos dos EUA e uma das 500 maiores empresas do mundo, segundo a revista Forbes. A companhia assinou um contrato de US$ 500 milhões para o fornecimento de serviços como os de mainframe (estrutura principal), armazenamento e backup em nuvem.
 
 
 

Pearson

Está presente em 80 países ao redor do mundo, soma 150 anos de mercado e tem aproximadamente 40.000 funcionários. Esses são os números da líder em educação no mundo. A Pearson estabeleceu uma infraestrutura híbrida global através da Cloud Computing, mais flexível e com sistemas e processos comuns. Graças a isso, liberou investimentos em produtos novos e mais orientados para a internet, oferecendo resultados mensuráveis para os seus alunos.
 

Delhaise América

Esse grupo controlador de mercearias e supermercados nos Estados Unidos usou o sistema de Cloud Computing para um fim inusitado e criativo: estudando o impacto do clima na venda dos seus produtos — otimizados pela análise de dados na nuvem — descobriu que a venda de carnes grelhadas caía em situações de clima mais quente, enquanto aumentava a venda de revistas. Em vez de vários meses de pesquisa que seriam gastos em processos tradicionais, eles chegaram a esse resultado em apenas 2 semanas graças à Cloud Computing.
 
 

A COMPUTAÇÃO NA NUVEM PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

Quando o proprietário de uma empresa, seja ela de que tamanho for, que sabe o que é cloud computing e sua importância, e percebe a necessidade de investimento para otimizar seus processos e alavancar os resultados de seu empreendimento, a primeira análise a ser feita chama-se custo-benefício.
 
O empresário sabe que precisa planejar o uso dos recursos da empresa. Muitas vezes, a pequena empresa que perde a oportunidade de manter seus arquivos digitais organizados pode ter sua segurança ameaçada.
 
Portanto, se a sua empresa procura:
  • Redução de custos;
  • Compartilhamento de infraestrutura avançada em TI com baixo investimento;
  • Oferecer acessibilidade a seus colaboradores, a qualquer momento, de qualquer lugar, de aparelhos simples (notebooks, smartphones e tablets) conectados à internet;
  • Flexibilidade e expansão dos negócios sem altos custos;
  • Alta tecnologia e eficiência em armazenamento e recuperação de arquivos.

O que é cloud computing se não a resposta para tudio isso?

Agora você conhece as grandes empresas que utilizam a computação na nuvem e conhece melhor o que é cloud computing confira o case da Disnove, referência na comercialização de veículos para os consumidores finais. Seu desafio era entregar conteúdo relevante e de qualidade para as pessoas certas. O grupo Disnove, depois que implantou as soluções sugeridas pela SAFETEC, alinhou suas necessidades e atingiu seus objetivos de comunicação e integração de equipes.
 
Confira: CASE Grupo DIsnove

Saiba mais