Tudo sobre como funciona o cloud computing e suas vantagens
(81) 3126-4100 cloud@safetec.com.br

Para saber como funciona o cloud computing, ou computação “na nuvem”, é preciso entender que se trata de uma terminologia que já ganhou todas as grandes corporações, órgãos governamentais e agora começa a chegar no campo do pequeno empresário – mas o que de fato essa inovação significa, não em termos técnicos, mas no tocante a melhorias contínuas dos processos que podem ser implementadas na pequena e média empresa?

Mais do que um simples modismo, o cloud computing pode trazer vantagens para empresas de pequeno porte que ainda não são nítidas para muitos empresários – mas poderiam estar gerando mais rentabilidade e produtividade, sem a necessidade de mudanças homéricas.

 
CTA-O-que-você-precisa-saber-sobre-cloud-computing-no-brasil-e-no-mundo
 

ENTENDA COMO funciona o CLOUD COMPUTING NO BRASIL E NO MUNDO

Custos menores

Falando em termos genéricos, como vemos em muitos artigos de revistas na área de tecnologia, é difícil para o pequeno empresário visualizar a redução de custos que o cloud computing pode trazer para seus negócios.
 
Mas, se ele entender realmente como funciona o cloud computing, perceberá que, entre outras vantagens, seus gastos podem ser reduzidos.
 
A simples redução de tempo no envio e recebimento de arquivos, documentos e projetos por e-mail ou com “dinossauros” como pen drives pode criar novos padrões de produtividade.
 
Horas gastas na checagem, recebimento e envio de e-mails pesados, com muitos anexos, deixam de existir.
 
Sistemas como ambientes colaborativos como o Microsoft Office 365, Google Apps for Work, Microsoft Dynamics e Salesforce (ambos com foco em vendas e CRM) e mesmo sistemas gratuitos de compartilhamento e sincronização de arquivos, como o conhecido Dropbox ou o Google Drive, tornam arquivos acessíveis em qualquer lugar do planeta e em qualquer dispositivo. E melhor: apenas para aquelas pessoas ou colaboradores que forem autorizados.
 
O ganho em termos de horas pagas a funcionários e produtividade assusta empresários que ainda não se acostumaram como funciona o cloud computing.
 
Além disso, com recursos compartilhados na nuvem, reduz-se o gasto com impressões, transferência de arquivos, periféricos e até mesmo com hardware: vendedores, por exemplo, passam a usar tablets ou até mesmo seus smartphones para acessar e enviar relatórios, emissão de notas fiscais eletrônicas, pedidos e até mesmo material de apoio.
 
 

Flexibilidade da cloud computing

A computação na nuvem abriu possibilidades de flexibilidade que, mesmo em mercados com sérias restrições trabalhistas como o nosso, já se fazem ver em muitas circunstâncias.
 
A flexibilidade é uma das características da nuvem que mais pode beneficiar o pequeno negócio. Com cada vez mais profissionais trabalhando à distância, em suas residências, como freelancers ou simplesmente como temporários ou contratados por projeto, a computação na nuvem estabelece uma forma eficaz de comunicação e também de controle.
 
Tudo está na nuvem – e todos podem trabalhar a partir dela. Realocações e viagens não são mais um problema.
 
O mesmo se aplica à questão de atualizações e hardware. Sem “salas do servidor” e com sistemas completamente baseados no cloud computing, empresas de pequeno porte podem fazer migrações, atualizações, upgrades de hardware sem qualquer tipo de prejuízo para o negócio.
 
Sem paradas para manutenção ou quedas de servidores por conta de problemas e substituições de componentes. No ar 24 horas por dia e 7 dias por semana, sistemas em cloud computing trabalham com redundâncias e não estão “estacionados” em uma simples máquina.
 
Nada sai do ar, mas tudo pode ser resolvido, e sem a necessidade de mobilização de enormes e dispendiosas equipes técnicas.
 
 

Inteligência e “big data”

Outra coisa que começa a chegar no pequeno negócio é a inteligência criada por uma computação na nuvem.
 
Com dados disponíveis o tempo todo e tudo sendo constantemente medido, monitorado e avaliado, dados podem ser processados e avaliados com maior abrangência e riqueza, produzindo estatísticas e relatórios essenciais para criar um melhor planejamento estratégico.
 
Analisar taxas de rotatividade, perdas por desperdícios ou horas não trabalhadas, propensão de conversão de clientes e outros dados não é mais algo exclusivo de grandes conglomerados.
 
A nuvem traz essa possibilidade para o pequeno empresário, que pode se tornar mais inteligente do ponto de vista de análise e projeções de seu próprio negócio.
 
A inteligência que o chamado big data passou a proporcionar gera possibilidades mais claras de se conhecer leads e clientes a fundo, orientando as vendas e o esforço comercial de qualquer empresa de modo mais assertivo.
 

Escalabilidade

Talvez você ainda não tenha ouvido o termo em sua vertente mais moderna, mas um importante aspecto da computação na nuvem é sua escalabilidade – algo particularmente útil para quem tem uma empresa pequena, mas em franco crescimento.
 
Ao contrário de servidores dedicados e sistemas e redes locais, a cloud computing é escalável.
 
Isso significa que qualquer empresa pode iniciar experiências na nuvem contratando um volume de dados e recursos relativamente modestos, pagando de fato apenas por aquilo que realmente está utilizando.
 
À medida que o negócio cresce e avança, e uma maior necessidade de recursos se prova necessária, a empresa pode simplesmente solicitar um aumento nas características de seu contrato com os prestadores de serviços na área de cloud computing.
 
Profissionais e empresas de cloud advisor, por sinal, realizam exatamente esse tipo de avaliação: apontando a necessidade de mais recursos ou novas configurações apenas quando é necessário, sem gerar custos excedentes ou criar capacidade ociosa para uma empresa.
 
A infraestrutura, totalmente “virtual” para o cliente, tem o tamanho que a empresa demandar – nem mais, nem menos.
 
Isso elimina, além de custos extras, a necessidade de investimentos sazonais em expansão e modernização do parque e também a alocação repentina de equipes de TI e novos recursos, em casos nos quais a demanda por dados sobre vertiginosamente e sem previsão.
 
 

DERRUBANDO O PRINCIPAL MITO

Alguns micro e pequenos empresários já estão cientes de como funciona o cloud computing e das vantagens na nuvem, mas um mito ainda os mantêm afastados desse tipo de solução: o mito de que a cloud computing é cara demais.
 
Sem dúvida há serviços caríssimos na área, mas uma vez que a computação na nuvem é totalmente flexível, é possível conseguir a implantação de sistemas assim sem enormes gastos e, além disso, com redução dos custos com TI ao longo do tempo.
 
Todos os grandes players do mercado, Amazon, Microsoft, Oracle, IBM, Google, já contam com serviços que têm como foco pequenas empresas e até mesmo profissionais liberais.
 
Outro mito comum a respeito da cloud computing é a segurança. Embora muitos empresários tradicionalistas ainda julguem mais “seguro” possuir sistemas e dados em servidores físicos, às vezes locais, o fato é que o nível de segurança da nuvem é extraordinariamente maior.
 
Com parques imensos operados a partir de data centers com centenas ou milhares de computadores, a cloud computing geralmente conta com o acompanhamento ininterrupto de profissionais especializados, locações completamente desenvolvidas, mesmo em termos de arquitetura, especificamente para abrigar servidores e políticas de segurança de dados que algumas vezes fazem inveja a muitas agências governamentais.
 
Está na hora de perder o medo e usufruir das vantagens e da competitividade da computação na nuvem. Afinal de contas, é bem provável que seus concorrentes já o estejam fazendo…
 

Quais resultados minha empresa pode alcançar?

Ao passar a usar as soluções de Cloud Computing sugeridas pelos consultores da Safetec, o Grupo LGH, distribuidor da Brasil Kirin em regiões do Nordeste, conseguiu integra as áreas da empresa e obteve excelentes resultados. Confira esta história acessando este link: CASE LGH

Veja mais alguns exemplos práticos e entenda ainda melhor como funciona o Cloud Computing: Conheça as 5 empresas que utilizam a computação na nuvem

 

Saiba mais